O que é que são os adoçantes sem ou de baixas calorias?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Os adoçantes sem ou de baixas calorias são ingredientes alimentares com sabor doce e sem, ou praticamente sem, calorias que são utilizados em alimentos e bebidas, bem como em edulcorantes de mesa em vez de açúcar para fornecer a doçura desejada com menos ou sem calorias.1

Os adoçantes sem ou de baixas calorias são compostos intensamente doces, o que significa que são várias centenas de vezes mais doces do que o açúcar de mesa. Assim, apenas são necessárias quantidades muito pequenas para conferir o nível desejado de doçura a alimentos e bebidas, contribuindo com muito poucas ou nenhumas calorias para o produto final.

Os adoçantes sem ou de baixas calorias não transmitem calorias aos nossos alimentos e bebidas, pelo que podem ser uma ferramenta útil na redução do consumo total de calorias dos indivíduos.

Adoçantes sem ou de baixas calorias normalmente utilizados

Os edulcorantes mais conhecidos e comummente utilizados em todo o mundo são o acessulfame de potássio (ou acessulfame-K), aspartame, ciclamato, sacarina, sucralose e glicosídeos de esteviol. Outros adoçantes sem ou de baixas calorias que foram aprovados para utilização na Europa e em todo o mundo incluem: taumatina, neotame, neo-hesperidina, advantame e sal de aspartame-acessulfame.

Enquanto todos os adoçantes sem ou de baixas calorias utilizados na produção de alimentos e bebidas conferem sabor doce sem, ou praticamente sem, calorias, cada um dos diferentes adoçantes sem ou baixas calorias tem uma estrutura única e um destino metabólico, características técnicas e perfil de sabor típico.2

Na literatura científica, os adoçantes sem ou de baixas calorias também podem ser descritos pelos termos: edulcorantes não nutritivos, edulcorantes não energéticos, edulcorantes de baixo teor calórico, edulcorantes intensos, edulcorantes de alta potência ou mesmo como substitutos do açúcar.

A história dos adoçantes sem ou de baixas calorias

Os adoçantes sem ou de baixas calorias têm sido utilizados e apreciados em segurança pelos consumidores de todo o mundo há mais de um século.3 O primeiro edulcorante de baixo teor calórico, a sacarina, foi descoberto em 1879. Desde então, foram descobertos vários outros adoçantes sem ou de baixas calorias, que são agora utilizados em alimentos e bebidas em todo o mundo.

Atualmente, como enfrentamos taxas preocupantes de obesidade e doenças não transmissíveis (DNT) a nível mundial e as autoridades de saúde pública recomendam limitar a ingestão de quantidades excessivas de açúcares livres na nossa alimentação, os adoçantes sem ou de baixas calorias podem ser uma ferramenta útil, uma vez que proporcionam um sabor doce com poucas ou nenhumas calorias.

Os adoçantes sem ou de baixas calorias podem ajudar os indivíduos a reduzir a ingestão global de calorias e a cumprir as recentes orientações dietéticas que recomendam a redução do consumo excessivo de açúcar, enquanto ainda desfrutam do sabor doce.

  1. Gibson S, Drewnowski J, Hill A, Raben B, Tuorila H, Windstrom E. Consensus statement on benefits of low calorie sweeteners. Nutrition Bulletin 2014; 39(4): 386-389
  2. Magnuson BA, Carakostas MC, Moore NH, Poulos SP, Renwick AG. Biological fate of low-calorie sweeteners. Nutr Rev 2016; 74(11): 670-689
  3. Encyclopedia of Food Sciences and Nutrition, Edition: 2nd, 2003. Publisher: Academic Press Ltd., Editors: B. Caballero, L. Trugo, P. Finglas.