As bebidas com adoçantes de baixas calorias ajudam a controlar os desejos de comida?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Resultados de dois novos estudos experimentais em humanos

 

Destaques:

  • Estudos concluíram que as bebidas com adoçantes de baixas calorias podem ajudar algumas pessoas a comer menos e a sentirem-se mais no controlo e menos culpadas por comer.
  • Os participantes do estudo que eram consumidores frequentes de adoçantes de baixas calorias consumiram menos calorias quando as bebidas com adoçantes de baixas calorias estavam disponíveis em comparação com as indisponíveis.
  • O prazer da refeição foi relatado como sendo maior quando as bebidas com adoçantes de baixas calorias estavam disponíveis.

Um novo estudo da Universidade de Liverpool que foi publicado na revista científica Physiology & Behavior investigou em duas experiências como o consumo de bebidas com adoçantes de baixas calorias pode afetar os desejos por comida e o desejo por sabor doce e, portanto, a ingestão de alimentos em adultos (Maloney et al, 2019). Os estudos atuais sugerem que as bebidas com adoçantes de baixas calorias podem beneficiar algumas pessoas na redução da sua ingestão calórica enquanto ajudam a satisfazer o seu desejo de doçura. Em contraste, a noção de que os adoçantes de baixas calorias podem encorajar uma preferência por alimentos doces e, assim, promover excessos e aumento de peso não foi confirmada pelos resultados do estudo.

Primeira experiência: Consumidores frequentes de bebidas com adoçantes de baixas calorias apresentaram melhor controlo dos desejos por comida

Na primeira experiência, 120 consumidores frequentes e não-consumidores de adoçantes de baixas calorias foram expostos à sua barra de chocolate preferida para induzir o desejo ou a um elemento não-alimentar (grupo de controlo), e foram autorizados a comer o quanto quisessem (ingestão alimentar ad libitum) de alimentos e bebidas doces e salgados incluindo bebidas com adoçantes de baixas calorias.

Como esperado, a ingestão de calorias foi maior para os participantes do grupo com desejo de chocolate comparado ao grupo de controlo, mas este resultado foi apenas para os participantes que eram consumidores não habituais de bebidas de baixas calorias. Para os consumidores frequentes de bebidas com adoçantes de baixas calorias, não houve diferença entre os grupos com desejo de chocolate e o grupo de controlo, o que sugere que os consumidores frequentes foram de alguma forma protegidos do aumento do consumo de alimentos induzido pelo desejo.

Segunda experiência: A ingestão de calorias foi menor quando as bebidas com adoçantes de baixas calorias estavam disponíveis

Seguindo as descobertas da primeira experiência, os investigadores realizaram outro estudo usando o mesmo estímulo de desejo de chocolate em participantes que eram consumidores frequentes de bebidas com adoçantes de baixas calorias. Os 172 participantes deste estudo foram alocados aleatoriamente ou na condição de desejo ou controlo, e o adoçante de baixas calorias disponível ou indisponível, gerando quatro grupos independentes.

Embora este segundo estudo não tenha reproduzido os resultados do primeiro estudo em relação à proteção contra os desejos por alimentos, no entanto, consumidores frequentes ingeriram menos calorias no geral quando as bebidas com adoçantes de baixas calorias estavam disponíveis em comparação com as indisponíveis. Além disso, outra descoberta interessante foi que os participantes sentiram mais controlo sobre a ingestão de alimentos, maior prazer de comer e menos culpados ao comer, quando as bebidas com adoçantes de baixas calorias estavam disponíveis.

Mensagens a reter

Em termos gerais, o estudo sugere que as bebidas com adoçantes de baixas calorias podem ajudar algumas pessoas a comer menos, controlando os desejos de comida e também ajudando-as a sentir maior prazer de comer, com um maior controlo e menos culpadas com o que comem.. Ao fazer isso, os adoçantes de baixas calorias podem ajudar algumas pessoas enquanto fazem dieta a aderir ao seu plano de controlo de peso enquanto mantêm uma maior palatabilidade e prazer com a sua alimentação. Os autores concluem na sua publicação que, “estas descobertas fornecem uma nova visão sobre os mecanismos psicológicos que sustentam o consumo frequente de bebidas de baixas calorias no âmbito do seu efeito positivo sobre o peso, como foi demonstrado na literatura” (Rogers et al, 2016).

Para obter mais informações sobre os métodos e resultados dos estudos, pode também assistir à apresentação da Dr.ª Charlotte Hardman , da Universidade de Liverpool, Reino Unido, na Conferência da ISA de 2018 ao clicar aqui ou na sua entrevista abaixo sobre como a percepção dos adoçantes de baixas calorias pode influenciar a ingestão de energia e de alimentos.

  1. Maloney NG, Christiansen P, Harrold JA, Halford JCG, Hardman CA. Do low-calorie sweetened beverages help to control food cravings? Two experimental studies. Physiology & Behavior 2019; 208: 112500
  2. Rogers PJ, Hogenkamp PS, de Graaf C., et al. Does low-energy sweetener consumption affect energy intake and body weight? A systematic review, including meta-analyses, of the evidence from human and animal studies. Int. J. Obes. 2016; 40: 381–394.