ISA responde a alegações feitas por Chia et al em novo estudo observacional

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

ISA comenta novo estudo observacional de Chia et al

Um forte conjunto de evidências baseadas em estudos clínicos de alta qualidade demostram que os adoçantes com baixas calorias podem ajudar a reduzir o consumo de energia e, portanto, podem ser uma ferramenta útil na perda de peso, quando usado em substituição do açúcar e como parte de uma dieta equilibrada e um estilo de vida saudável. Tal também é confirmado através de uma revisão sistemática completa e meta-análise1, que analisou a totalidade da literatura científica disponível em relação ao efeito dos adoçantes de baixas calorisa na ingestão de energia e perda de peso

Não há evidências de que os adocantes de baixas calorias causem acumulação de gordura ou obesidade. O estudo de Chia et al é um estudo observacional. Os investigadores sabem que estudos de observacionais, por sua natureza, não podem provar causa e efeito. Pesquisas diretas mostram que os adoçantes de baixas calorias não causam um aumento de peso.This is completely consistent with the fact that low calorie sweeteners have no calories to contribute to either gaining weight or developing fat. Importantly, there is also no substantiated mechanism for low calorie sweeteners to lead to such possible outcomes. Esta situação é completamente consistente com o facto de que os adoçantes com baixas calorias não têm calorias que impliquem ganho de peso e desenvolvimento de gordura. Outro aspecto importante tem a ver com o facto de não existir um mecanismo fundamentado relativo aos adoçantes de baixas calorias que leve a tais possíveis resultados.

  1. Rogers PJ, Hogenkamp PS, de Graaf K, et al. Does low-energy sweetener consumption affect energy intake and body weight? A systematic review, including meta-analyses, of the evidence from human and animal studies. Int J Obes 2016; 40(3): 381-94