Tendências crescentes da obesidade infantil podem ser revertidas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Declaração da ISA de apoio ao Dia Mundial da Obesidade 2016 “Acabar com a obesidade infantil”

Celebrado pela segunda vez desde o lançamento oficial pelaFederação Mundial de Obesidade no ano passado, O Dia Mundial da Obesidade visa estimular e apoiar ações práticas que ajudem as pessoas a alcançar e manter um peso saudável e reverter a crise global da obesidade. Com a prevalência da obesidade entre a infância e a adolescência em todo o mundo, o tema do Dia Mundial da Obesidade deste ano é‘Acabar com a obesidade infantil – agir hoje para um futuro mais saudável’.

A Associação Internacional de Adoçantes (ISA) apoia a Federação Mundial de Obesidade por ocasião do Dia Mundial da Obesidade deste ano, para aumentar a consciencialização sobre a necessidade de atuar agora, para travar o aumento da obesidade infantil.

As taxas de obesidade infantil continuam a aumentar em todo o mundo, apesar do nível plano observado em alguns países.É provavel que a obesidade venha a afetar negativamente a saúde e a qualidade de vida imediata e a longo prazo de uma criança. Apesar de os níveis tenderem a estabilizar em alguns países e regiões, os números absolutos da obesidade infantil continuam a aumentar, particularmente nos países com rendimentos baixos e médios. Mais de 223 milhões de crianças em idade escolar em todo o mundo têm excesso de peso ou obesidade e espera-se que esse número aumente para 268 milhões até 2025, a menos que atuemos agora.

A obesidade infantil: atue hoje para um futuro mais saudável!Ao abordar a obesidade infantil, organizações como a Organização Mundial da Saúde (OMS)1 sugeriram diversas atividades. Promover dietas saudáveis e atividades físicas em crianças são certamente duas das estratégias mais importantes para travar as tendências crescentes da obesidade infantil. Além disso, o papel dos Governos e dos serviços locais e de saúde, foi destacado pela Federação Mundial de Obesidade num documento informativo com apelos para que sejam desenvolvidas ações.2Adicionalmente, o papel da família no tratamento da obesidade infantil também foi reconhecido por muitas organizações como sendo crucial. Ao envolver toda a família e concentrar-se em mudanças graduais na atividade física e hábitos alimentares, todos os membros da família aprendem hábitos saudáveis. A obesidade infantil pode ser evitada ou revertida! Exige etapas pequenas mas fundamentais na vida quotidiana, como comer de forma mais inteligente e saudável, fazer exercício regularmente, participar em atividades menos sedentárias e até dormir melhor.

Pequenas mudanças e trocas inteligentes podem ajudar no tratamento da obesidade infantilPara alcançar um peso corporal saudável, todas as pessoas devem estar atentas às escolhas dos alimentos e bebidas na sua dieta diária e controlar a ingestão de calorias, em combinação com o aumento da atividade física. Fazer pequenas mudanças, melhores escolhas e trocas inteligentes, como a substituição de açúcares por adoçantes de baixas calorias em alimentos e bebidas, pode ajudar as pessoas na gestão e manutenção do peso de forma mais eficiente, limitando a ingestão calórica.3Por exemplo, substituindo os alimentos e bebidas adocicados com açúcar por aqueles adoçados com adoçantes de baixas calorias, as pessoas podem reduzir a ingestão diária de calorias e gerir melhor o seu peso sem se sentirem privadas do sabor doce.4 Na verdade, em vários estudos, o uso de adoçantes de baixas calorias foi associado a um menor consumo global de energia e a um consumo reduzido de alimentos e bebidas com sabor doce. Isso sugere que os adoçantes de baixas calorias podem ajudar a saciar o desejo pelo sabor doce, tanto em adultos como em crianças, e de facto não incentivam o seu desejo.5Acreditando firmemente no poder da sensibilização para a prevenção de importantes problemas de saúde, a Associação Internacional de Adoçantes (ISA) orgulha-se de apoiar a Federação Mundial de Obesidade neste grande esforço contra a obesidade infantil e compromete-se a manter-se como um parceiro próximo em iniciativas similares.Se quiser saber mais sobre o papel dos adoçantes de baixas calorias na obesidade, controlo e manutenção de peso, , mas também sobre a sua utilização na gravidez e na infância < / Strong> pode descarregar os nossos documentos informativos atualizados sobre estes tópicos aqui . < Div class = “block-content”>Também pode achar interessante assistir à entrevista de vídeo recentemente divulgada com o Dr. John Sievenpiper sobre obesidade e as suas causas, bem como o papel dos adoçantes de baixas calorias na prevenção e tratamento da obesidade.