O consumo de adoçantes de baixas calorias entre os adultos nos EUA está associado a resultados mais elevados no Healthy Eating Index (HEI 2005) e a uma Maior Atividade Física

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Autor(es): Drewnowski A and Rehm CD
Nome da Publicação : Nutrients, 2014 Oct 17; 6(10): 4389-4403
Ano de publicação : 2014

Sumário

Este estudo examinou se o uso de adoçantes de baixas calorias estava associado a uma melhor qualidade da dieta ea comportamentos positivos e saudáveis usando o National Health and Nutrition Examination Survey (NHANES). Os dados de 22.231 adultos foram obtidos do NHANES (1999-2008).

O uso de adoçantes de baixas calorias foi significativamente associado a uma maior qualidade da dieta quando comparado com os não-utilizadores, o que foi visto em todos os utilizadores de produtos com adoçantes de baixas calorias, incluindo bebidas, adoçantes de mesa e alimentos com adoçantes de baixas calorias. Este facto deveu-se a resultados secundários de gorduras sólidas mais elevadas e mais favoráveis, açúcares adicionados e álcool, que indicam menor consumo de gorduras sólidas, açúcares adicionados e álcool em consumidores de adoçantes de baixas calorias . Outras características dos utilizadores de adoçantes de baixas calorias incluem o facto de provavelmente serem mais velhos (o consumo máximo de adoçantes de baixas calorias verificava-se na faixa etária de 45 a 74 anos), mulheres e com níveis mais elevados de educação e rendimento.

Ver o documento completo