Congresso Europeu de Obesidade 2013

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

“Mova-se mais, coma de forma mais inteligente: mudanças simples podem ajudar a reduzir a obesidade na Europa”, referiu o Prof. James O.Hill

Liverpool, 14 de Maio de 2013:Pequenas mudanças na atividade física diária e na dieta podem ajudar os adultos da Europa a combater a obesidade, de acordo com o Professor James O. Hill, Doutorado, da Faculdade de Medicina da Universidade do Colorado, em Denver, Colorado, EUA. Numa intervenção sobre “Pequenas mudanças, grande diferença: Uma abordagem inovadora para a perda de peso sustentada”, um evento patrocinado pela Associação Internacional de Adoçantes (ISA) no Congresso Europeu para a Obesidade 2013, o Professor Hill argumentou que o foco atual numa única causa para os níveis crescentes de Obesidade é demasiado simplista.

A razão para o aumento de peso contínuo não é apenas comer em excesso ou ter um estilo de vida inativo, mas antes uma combinação de excesso de comida e insuficiente atividade física. Enquanto especialista em obesidade e controlo de peso, o Professor Hill acredita que a resposta está em agir em ambos os lados da equação, a fim de perder peso e alcançar um equilíbrio energético.

Investigações sobre o equilíbrio energético mostram que o corpo compensa rapidamente a redução do consumo energético, conservando-a. “Poucas pessoas podem manter uma restrição alimentar significativa – como acontece com uma dieta de baixas calorias – durante um longo período de tempo, porque estamos programados para a sobrevivência, não para a fome”, diz o Professor Hill.

“A solução é uma abordagem inovadora, efetuando mudanças pequenas e sustentáveis nos nossos padrões de dieta e atividade física. O facto de estas mudanças fazerem parte da nossa vida quotidiana, traz benefícios evitando a sensação de privação”. De acordo com o Professor Hill, a evidência extraída do Registo Nacional de Controlo de Peso dos EUA, mostra que a maioria das pessoas que mantêm a perda de peso a longo prazo adotam esta abordagem.

O Professor Hill designa as mudanças necessárias para reduzir o peso corporal, “discrepância energética”. Estas podem incluir pequenas mudanças, como mover-se mais, caminhando mais 2000 passos por dia ou “comer de forma mais inteligente”, substituindo todos os dias alimentos mais calóricos por outros sem ou de baixas calorias. Esta opção parece ser muito mais viável uma vez que permite fazer pequenas mudanças com sucesso. E ao longo do tempo, a soma de pequenas mudanças podem transformar-se numa diferença significativa.

De acordo com a OCDE, mais de metade (52%) da população adulta na União Europeia tem excesso de peso ou obesidade. A obesidade varia entre os países, desde um mínimo de cerca de 8% na Roménia (e Suíça) para mais de 25% na Hungria e no Reino Unido.

O Professor Hill acredita que os adoçantes de baixas calorias desempenham um papel importante na manutenção de peso a longo prazo, através da satisfação de apreciar o gosto doce sem adicionar calorias.

O Professor Hill é co-fundador do Registo Nacional de Controlo de Peso, um registo dos indivíduos nos EUA que foram bem sucedidos em manter a redução do peso corporal. É também co-fundador do America on the Move, uma iniciativa nacional para a prevenção do aumento de peso e é ex-presidente da Sociedade Americana de Nutrição.

Sobre o Professor James O. Hill

O Prof. Doutor James O. Hill, é um cientista pioneiro nas áreas de atividade física, nutrição e equilíbrio energético. É Professor de Pediatria e Medicina, detém um Grau de Bacharelato em Ciência pela Universidade de Tennessee, bem como os graus de Mestre e Doutor em Psicologia Fisiológica pela Universidade de New Hampshire. O Dr. Hill é o Fundador e Diretor Executivo do Centro Anschutz de Saúde e Bem Estar da Universidade de Colorado Anschutz Medical Campus. É co-fundador do Registo Nacional de Controlo de Peso, um registo de indivíduos que conseguiram manter uma perda de peso significativa. Também é co-fundador da America On the Move, uma iniciativa nacional para evitar o aumento de peso, inspirando os americanos a fazer pequenas mudanças nas quantidades de alimentos ingeridas e na atividade física. Foi membro do Painel de Especialistas em Obesidade dos Institutos Nacionais de Saúde, onde foram desenvolvidas as primeiras orientações norte-americanas para o tratamento e prevenção da obesidade. Foi também responsável pela Consulta Técnica sobre Obesidade da Organização Mundial da Saúde. O Dr. Hill publicou mais de 500 artigos científicos e capítulos de livros, e é co-autor do livro Step Diet e The State of Slim (publicado em agosto de 2013). Dá palestras em todo o mundo sobre obesidade, saúde e bem-estar.