Solicitação por parte da EFSA de dados adicionais sobre os adoçantes sem ou de baixas calorias

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

ISA comenta o novo pedido de dados da EFSA

Bruxelas, 1 de julho de 2021: A Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) emitiu hoje um convite público à apresentação de dados adicionais sobre a segurança dos edulcorantes1, como parte do seu processo em curso de reavaliação de todos os aditivos alimentares permitidos para utilização na UE antes de janeiro de 2009, solicitado pela Comissão Europeia.

Os adoçantes sem ou de baixas calorias estão entre os ingredientes mais investigados a nível mundial e foram submetidos a uma rigorosa avaliação de segurança pelas agências de segurança alimentar em todo o mundo, incluindo a EFSA e o Comité Misto FAO/OMS de peritos em matéria de aditivos alimentares (JECFA).

Os peritos da EFSA estão a efetuar uma reavaliação da totalidade das provas científicas disponíveis, a fim de atualizar os pareceres científicos existentes sobre a segurança dos edulcorantes. Com efeito, desde os primeiros pedidos de dados sobre adoçantes sem ou de baixas calorias em 2017, a ISA e os seus membros têm contribuído com dados sobre a segurança dos edulcorantes para revisão e análise pela EFSA. A ISA está empenhada em continuar a cooperar com a EFSA e aguarda a publicação das conclusões científicas desta autoridade reguladora.

Numa altura em que a obesidade e as doenças não transmissíveis, incluindo a diabetes e as doenças dentárias, continuam a ser grandes desafios no domínio da saúde mundial, e à luz das atuais recomendações de saúde pública para reduzir o consumo global de açúcar, os adoçantes sem ou de baixas calorias podem ser úteis na criação de ambientes alimentares mais saudáveis, ao proporcionarem às pessoas uma ampla escolha de opções de sabor doce com poucas ou nenhumas calorias.