O consumo de bebidas com baixas calorias é associado à ingestão de energia e nutrientes e à qualidade da dieta em adultos britânicos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Autor(es): Gibson SA, Horgan GW, Francis LE, Gibson AA and Stephen AM
Nome da Publicação : Nutrients, 2016 Jan; 8(1): 9
Ano de publicação : 2016

Sumário

O estudo de Gibson et al. concluiu que os consumidores de bebidas dietéticas tinham uma dieta de melhor qualidade estatisticamente significativa, era semelhante aos não consumidores, em comparação com os consumidores de bebidas açucaradas. Para estudar essas associações, Gibson et al. usou dados de 1.590 participantes do National Diet and Nutrition Survey (NDNS) do Reino Unido para avaliar se as pessoas que consomem bebidas com adoçantes de baixas calorias tendem a seguir dietas mais saudáveis e têm um menor consumo de energia, gorduras saturadas e açúcares, não apenas em comparação com indivíduos que preferem bebidas com açúcar, mas também com os que não consomem nenhum tipo de bebida (não consumidores) ou os que consomem ambos os tipos de bebidas.

Mais concretamente, os consumidores de bebidas de baixas calorias tiveram uma ingestão de energia total média idêntica (1719 kcal / dia) que os não consumidores (1718 kcal / dia) e um consumo energético significativamente menor do que os consumidores de bebidas açucaradas (1958 kcal / dia) e consumidores de ambos os tipos de bebidas (1986 Kcal / dia). Os consumidores de bebidas de baixas calorias eram mais propensos a ser obesos e terem um IMC médio mais elevado. No entanto, a observação contra intuitiva de que os consumidores de bebidas de baixas calorias são mais propensos ao excesso de peso, apesar de uma menor ingestão de energia relatada do que os não consumidores, é provavelmente atribuível à potencial causalidade reversa (pessoas com excesso de peso optam por bebidas dietéticas num esforço para reduzir a ingestão calórica).

Ver o documento completo