Bebidas açucaradas associadas positivamente à progressão da insulino-resistência e da pré diabetes – EXCEPTO o consumo de bebidas dietéticas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Autor(es): Ma J, Jacques PF, Meigs JB, Fox CS, Rogers GT, Smith CE, Hruby A, Saltzman E and McKeown NM
Nome da Publicação : Journal of Nutrition, November 9, 2016, doi: 10.3945/ jn.116.234047
Ano de publicação : 2016

Sumário

Este estudo observacional testou a relação entre o consumo de refrigerantes dietéticos a longo prazo e a resistência à insulina, bem como a pré-diabetes, e concluiu que não há associação que ligue a ingestão a longo prazo de refrigerantes dietéticos adocicados com adoçantes de baixas calorias e resistência à insulina ou pré-diabetes, conforme avaliado no HOMA-IR e a incidência de pré-diabetes, respectivamente. Este estudo, devido à sua natureza observacional, não pode provar uma relação de causa e efeito (ou nenhuma relação de causalidade neste caso), mas os autores referem que as suas descobertas estão de acordo com um ensaio clínico aleatorizado conduzido em 37 adultos, em que nenhuma mudança no HOMA-IR, um índice de resistência à insulina, foi observado após 10 semanas de consumo de adoçantes de baixas calorias (Sorensen et al, 2005).

Ver o documento completo