Associação Internacional de Adoçantes (ISA) celebra a inovação acelerada de produtos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Europa, 7 de novembro de 2012 : Um ano após a adição do último adoçante de baixas calorias (glicósidos de esteviol, mais conhecido como estévia) à variedade de ingredientes disponíveis para os fabricantes de alimentos e bebidas, a Associação Internacional de Adoçantes (ISA) está a comemorar o nível acelerado de inovação de produtos da indústria, o que significa que os consumidores podem desfrutar de uma variedade cada vez maior de alimentos, bebidas e adoçantess de mesa com grande sabor.

O Presidente da ISA, Hugues Pitre comenta : “Estamos entusiasmados com a dedicação da indústria para oferecer aos consumidores uma maior variedade de produtos adoçados de baixas calorias. Os consumidores estão cada vez mais conscientes das suas dietas e devem estar preparados para ver ainda mais variedade nas prateleiras. A gama continuará a crescer para fornecer ainda mais opções para cada ocasião e estilo de vida. A introdução da estévia no mercado, provocou uma nova onda de inovação e estamos ansiosos para ver essa onda continuar através da indústria. “

Os adoçantes de baixas calorias têm sido utilizados pela indústria de alimentos e bebidas na Europa desde a descoberta da sacarina em 1879. Nos últimos 30 anos, a gama de adoçantes disponíveis para o desenvolvimento de alimentos e bebidas aumentou dramaticamente para incluir acesulfame-K, aspartame, sucralose, neotame e agora os glicosídeos de steviol. Novas fontes de doce sem calorias continuam a ser desenvolvidas. A partir de 1994, os regulamentos que regem a sua utilização foram harmonizados, permitindo que todos os adoçantes autorizados fossem utilizados em toda a União Europeia.

Usado para substituir os açúcares em alimentos e bebidas quotidianas, os adoçantes de baixas calorias fornecem aos criadores de produtos a capacidade de oferecer aos consumidores o gosto doce de que gostam com menos calorias. Quando consumidos como parte de uma dieta equilibrada e saudável, podem ser uma ferramenta eficaz de controlo de peso e higiene dental e, uma vez que não afetam os níveis de insulina e açúcar no sangue, os adoçantes de baixas calorias também podem permitir que as pessoas com diabetes desfrutem de alimentos e bebidas saborosos.