Alimentos e bebidas com adoçantes de baixas calorias ajudam na gestão e controlo de peso

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Bruxelas, 12 de novembro de 2015: A Associação Internacional de Adoçantes (ISA) saúda a análise sistemática de novos dados de Rogers et al., cujos resultados demonstram que o consumo de alimentos e bebidas com adoçantes de baixas calorias contribuem para a perda e gestão e controlo de peso ajudando na redução da ingestão de energia e do peso corporal.

Publicada esta semana no Jornal Internacional de Obesidade (International Journal of Obesity), a análise do Prof. Peter Rogers et al. intitulada “Does low-energy sweetener consumption affect energy intake and body weight? A systematic review, including meta-analyses, of the evidence from human and animal studies” examinou o efeito da exposição a adoçantes com baixas calorias no consumo de calorias e no peso corporal.

Conforme salientado pelos autores nesta revisão, os resultados indicam que os “ABC [adoçantes de baixas calorias] não aumentam o CE [consumo energético] ou o PC [peso corporal], se comparados com as condições de controlo calórico ou não calórico (por exemplo, água)”. O equilíbrio da evidência demonstra que, na realidade, o consumo de bebidas de baixo teor calórico, em crianças e adultos, “leva à redução de CE e do PC, e possivelmente também quando comparado com água”.

No comunicado de imprensa divulgado pela Universidade de Bristol na altura em que o estudo foi publicado, o Prof. Peter Rogers referiu: “Acreditamos que devíamos alterar a pergunta se os ABC são ‘bons’ ou ‘maus’, e, sobretudo incidir na melhor forma de serem utilizados em termos práticos tendo em vista contribuir para a concretização de objectivos específicos de saúde pública, como seja a redução de consumos sem açúcar ou calorias.”

As conclusões desta revisão confirmam as já alcançadas num vasto conjunto de evidência científica, que demonstra de forma clara que o consumo de adoçantes de baixas calorias não está associado a um aumento do consumo de calorias ou do peso corporal. Pelo contrário, os resultados salientam o papel que os alimentos e as bebidas com adoçantes de baixas calorias podem desempenhar no combate ao excesso de peso e às suas consequências.

Ao providenciar o prazer de um sabor doce sem adição de calorias, as opções de adoçantes de baixas calorias contribuem para uma dieta saudável e equilibrada.

Para ler a análise de Rogers et al., visite por favor o site do editor aqui.

Veja um excerto da entrevista com o Prof. Peter Rogers sobre os resultados da sua revisão:

  1. P Rogers et al., Does low-energy sweetener consumption affect energy intake and body weight? A systematic review, including meta-analyses, of the evidence from human and animal studies, International Journal of Obesity advance online publication 10 November 2015; doi: 10.1038/ijo.2015.177
  2. http://www.bristol.ac.uk/news/2015/november/low-energy-sweeteners-and-weight.html