Conferência da Associação Internacional de Adoçantes (ISA) em 2018

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

“O quadro científico que se encontra por trás dos adoçantes de baixas calorias: onde a evidência se encontra com a política e a tomada de decisões”

Terça-feira, 6 Novembro 2018
Academia Real de Medicina, 1 Wimpole street, Londres, Reino Unido

Sobre a Conferência da Associação Internacional de Adoçantes (ISA) que se realiza em 2018

Respeitando a sua missão de comunicar e melhorar a compreensão das informações nutricionais e científicas mais atualizadas em relação à utilização, papel e benefícios dos adoçantes de baixas calorias, a Associação Internacional de Adoçantes (ISA) organizou sua primeira conferência científica em Bruxelas em 2011, seguida de uma segunda Conferência da ISA que se realizou em 2014.

Este ano, a terceira edição da Conferência da ISA vai realizar-se em Londres e será acolhida pela Academia Real de Medicina (RSM), um dos principais locais de conferências, que se situa no centro da cidade de Londres, e sede da RSM desde 1912.

Desde a última Conferência da ISA que se realizou em 2014, um manancial de novas investigações científicas foram conduzidas, o que proporcionou evidências adicionais sobre a utilização, os benefícios e o papel dos adoçantes de baixas calorias na alimentação, e novas recomendações e políticas nutricionais para a redução do consumo de açúcar foram executadas na Europa e em todo o mundo. Portanto, numa altura em que estes assuntos são de grande relevância para a saúde pública, acreditamos que o tema da Conferência da ISA em 2018, que é “O quadro científico que se encontra por trás dos adoçantes de baixas calorias: onde a evidência se encontra com a política e a tomada de decisões”, terá um grande interesse científico.

O objetivo da Conferência da ISA 2018 é reunir especialistas internacionais de renome na área da ciência dos adoçantes de baixas calorias para apresentar as últimas investigações e informações baseadas em evidências em todo o espectro da ciência dos adoçantes de baixas calorias e discutir políticas recentes de saúde pública e nutrição relacionadas com a redução do consumo de açúcar. Por conseguinte, o programa científico irá abranger diversas áreas temáticas, tais como, a utilização, a segurança e os benefícios dos adoçantes de baixas calorias no controlo de peso e controlo de glicose, bem como o seu papel nas recomendações dietéticas atuais.

Se quiser saber mais sobre os resultados da 3.ª Conferência da ISA, por favor leia a análise da Conferência da ISA parte 1 e parte 2. Pode também clicar aqui para assistir ao vídeo com os destaques da Conferência da ISA 2018.

Estamos entusiasmados com o que promete ser um programa científico robusto com a participação de palestrantes de renome internacional que irão abordar um grande número de temas sobre a utilização, os benefícios e o papel dos adoçantes de baixas calorias na alimentação e, igualmente, no contexto das políticas para a redução do consumo de açúcar.

O programa, tem o seu início às 9:30 até às 17:00, será constituído por quatro sessões que irão abordar diferentes áreas de investigação e políticas nutricionais sobre a redução do consumo de açúcar e adoçantes de baixas calorias, o que dará oportunidade para vários painéis de discussão com oradores convidados de reconhecido mérito internacional neste campo de investigação.

De seguida pode encontrar o programa científico final da ISA Conference 2018, que será moderado por Stefan Gates (UK). A lista completa de oradores está disponível abaixo. Se tem interesse em receber as atualizações da conferência, inscreva-se na nossa newsletter aqui.

Programa científico

8.30-9.15
Acreditação, chá e café
9.15
Boas-vindas e introdução Robert Peterson, presidente da ISA
Discurso Inaugural Presidente da sessão: Prof Alison Gallagher (UK)
9.30
Discurso principal: Adoçantes sem açúcar no panorama atual da saúde pública Prof Adam Drewnowski (USA)
Sessão 1 (10.00-11.25) Preparar o terreno: Uma introdução aos adoçantes de baixas calorias
Presidente da sessão: Prof Carlo La Vecchia (Italy)
10.00
Regulação e aprovação dos adoçantes de baixas calorias pelas autoridades internacionais Dr Rebeca López-García (Mexico)
10.25
Avaliação da investigação pelo entendimento da gordura metabólica dos diferentes adoçantes Dr Berna Magnuson (Canada)
10.50
Utilização dos adoçantes de baixas calorias: uma revisão dos dados recentes da avaliação da ingestão alimentar Dr Séverine Goscinny (Belgium)
11.15
Q&As
11.25-11.50
Coffee break
Sessão 2 (11.50-13.20) As evidências apoiam um papel dos adoçantes de baixas calorias no controlo do peso?
Presidente da sessão: Dr France Bellisle (France)
11.50
Sabor doce, apetite e obesidade: Existe uma ligação? Prof Kees de Graaf (Netherlands)
12.15
Últimas evidências sobre o papel dos adoçantes de baixas calorias na gestão e controlo de peso nas crianças e nos adultos Dr John Sievenpiper (Canada)
12.40
Como a perceção dos consumidores sobre os adoçantes de baixas calorias afeta o comportamento alimentar e ingestão energética? Dr Charlotte Hardman (UK)
13.05
Q&As
13.20-14.10
Almoço
Sessão 3 (14.10-15.40) Adoçantes de baixas calorias e controlo da glicose: podem ajudar na gestão e controlo da diabetes?
Presidentes da sessão: Dr Marc Fantino (France); Dr Wendy Russell (UK)
14.10
Os adoçantes de baixas calorias afetam o controlo de glicémia e a sensibilidade à insulina? Dr Hugo Laviada-Molina (Mexico)
14.35
Adoçantes de baixas calorias e microbiota intestinal: O porquê de um debate? Prof Ian Rowland (UK)
15.00
O papel dos adoçantes de baixas calorias na dieta recomendada para as pessoas com diabetes Dr Duane Mellor (UK)
15.25
Q&As
15.40-16.00
Coffee break
Painel de Discussão (16.00-17.00) A redução do consumo de açúcar e a utilização dos adoçantes de baixas calorias numa perspetiva de saúde pública
Presidente da sessão: Prof Peter Rogers (UK)
16.00
A utilização dos adoçantes de baixas calorias na redução do consumo de açúcar: desafios e oportunidades Prof Judith Buttriss (UK)
16.20
Painel de Discussão: Prof Peter Rogers (presidente da sessão)
Palestrantes: Prof Judith Buttriss, Prof Adam Drewnowski, Prof Alison Gallagher, Prof Carlo La Vecchia, Dr France Bellisle, Dr Marc Fantino
17.00-17.15
Comentários Finais

Lista completa de oradores (listados em ordem alfabética)

  • Dr France Bellisle, Nutri Psy Consult, France
  • Prof Judith Buttriss BSc PhD DipDiet RNutr FAfN, Director General, British Nutrition Foundation (BNF), UK
  • Prof Kees de Graaf, Wageningen University, Netherlands
  • Prof Adam Drewnowski, University of Washington, USA
  • Dr Marc Fantino, CreaBio Rhône-Alpes research center, France
  • Prof Alison Gallagher, Ulster University, Northern Ireland, UK
  • Dr Séverine Goscinny, Sciensano, Belgium (former Scientific Institute of Public Health (WIV-ISP), Belgium)
  • Dr Charlotte Hardman, PhD, Lecturer, Department of Psychological Sciences, Univeristy of Liverpool, UK
  • Prof Carlo La Vecchia, University of Milan, Italy
  • Dr Hugo Laviada-Molina, MD, MMedSci, Marist University of Merida, Mexico
  • Dr Rebeca López-García, PhD, Logre International Food Science Consulting, Mexico
  • Dr Berna Magnuson, Health Science Consultants, Canada
  • Dr Duane Mellor, Senior Lecturer in Human Nutrition, Coventry University, UK
  • Prof Peter Rogers, Univeristy of Bristol, UK
  • Dr Ian Rowland, Emeritus Professor of Human Nutrition, University of Reading, UK
  • Dr Wendy Russell, Rowett Institute of Nutrition and Health, University of Aberdeen, Scotland
  • Dr John Sievenpiper, University of Toronto, Canada

[Resumos e informação sobre os oradores será disponibilizada oportunamente]

Idioma oficial do Congresso

O idioma oficial do congresso é o Inglês. Não será assegurada tradução simultânea.

Dr.ª France Bellisle, Nutri Psy Consult, França
Depois do seu Bacharelato (McGill University, Montreal) e um Mestrado (Concordia University, Montreal) em Psicologia Experimental, France Bellisle trabalhou no College de France, em Paris, no laboratório de Jacques Le Magnen. Obteve um Doutoramento pela Universidade de Paris. De 1982 a 2010, no âmbito dos Institutos Nacionais de Pesquisa Franceses (CNRS, INRA), ela desenvolveu pesquisas originais no campo dos comportamentos de ingestão. Os seus interesses de pesquisa abrangem todos os tipos de determinantes da ingestão de alimentos e líquidos em consumidores humanos, incluindo fatores psicológicos, sensoriais e metabólicos, bem como influências ambientais. Ela publicou mais de 250 artigos em publicações periódicas revistas pelos pares e contribuiu com capítulos para vários livros. Ela é agora consultora independente para projetos científicos no campo do apetite humano.

Prof.ª Judith Buttriss, British Nutrition Foundation, Reino Unido
A Professora Buttriss tornou-se Diretora-Geral da Fundação Britânica de Nutrição (BNF) em outubro de 2007, tendo sido Diretora Científica da BNF’s durante cerca de 10 anos. Ela tem laços de longa data com várias universidades e mais de 30 anos de experiência na prestação de aconselhamento técnico sobre nutrição e aplicação de ciência para desenvolver políticas de nutrição (incluindo várias iniciativas do governo do Reino Unido focando no perfil dos nutrientes em relação às dietas infantis e alimentação saudável em geral). Ela participa em vários comités consultivos que avaliam a nutrição / alimentação e escreveu numerosas revisões, artigos e capítulos de livros sobre um amplo leque de tópicos sobre alimentação e saúde, incluindo tópicos tão diversos quanto as alegações de saúde, vegetais e saúde, nutrição infantil, envelhecimento saudável e dietas sustentáveis.

Prof. Kees de Graaf, Wageningen University, Holanda
Kees (C) de Graaf é professor de Ciência Sensorial e Comportamento Alimentar, da Divisão de Saúde e Nutrição Humana, na Universidade de Wageningen, na Holanda. O objetivo do grupo Análise Sensorial e Comportamento Alimentar é desvendar os mecanismos psicobiológicos subjacentes ao comportamento alimentar. A missão do grupo é “tornar a escolha saudável a escolha feliz”. A Universidade de Wageningen é responsável pelo programa de mestrado de 2 anos em Ciência Sensorial, incluindo abordagens tecnológicas, biológicas, psicológicas e de sensometria à ciência sensorial. De Graaf é formado como nutricionista. Em 1988, defendeu a sua tese de Doutoramento sobre a perceção da intensidade de doçura de misturas de adoçantes. Ele publicou cerca de 260 artigos, e o seu índice h é de 53. O seu ensino concentra-se no significado de sinais sensoriais para o comportamento alimentar e a regulação da ingestão de energia. A sua atenção concentra-se em diferentes grupos (crianças, idosos, pessoas com peso normal – pessoas com excesso de peso), efeitos das propriedades dos alimentos na escolha e consumo com técnicas modernas de medição (por exemplo, MRI). De Graaf é editor associado da publicação científica Food Quality and Preference e editor de seção de Fisiologia e Comportamento.

Prof. Adam Drewnowski, University of Washington, Seattle, EUA
Prof. Dr. Adam Drewnowski é Diretor do Centro de Nutrição em Saúde Pública e do Programa de Ciências Nutricionais da Universidade de Washington, em Seattle. Ele obteve o seu diploma de Mestrado em Bioquímica pelo Balliol College, da Universidade de Oxford e o PhD em Psicologia pela The Rockefeller University, em Nova Iorque. O seu Nutrient Rich Food Index (NRF), é uma medida da densidade de nutrientes, que ajuda a identificar alimentos saudáveis, acessíveis, sustentáveis e atraentes. O seu trabalho no perfil dos nutrientes ajudou a indústria alimentar a reformular os portfólios de produtos para um melhor alinhamento com as orientações nacionais e globais. A sua pesquisa sobre os padrões de consumo de alimentos e bebidas em relação ao peso corporal e aos resultados de saúde concentrou-se nos preços dos alimentos, nos desequilíbrios alimentares e nas questões de equidade em saúde. O Prof. Drewnowski é o autor de mais de 300 trabalhos de investigação. Ele aconselha governos, fundações, ONGs e o setor privado sobre estratégias geopolíticas relacionadas com a alimentação e saúde.

Dr. Marc Fantino, Burgundy University, França
Marc Fantino é médico (MD) e Doutor em Ciências Biológicas. Nomeado como professor titular de medicina na Faculdade de Medicina / Hospital Universitário de Dijon-France (1982), foi chefe do Departamento de Fisiologia Humana e Nutrição de 1987 a 2013. Ao mesmo tempo, foi Diretor do programa de Doutoramento na Faculdade de Ciências da Vida das Universidades da Borgonha e da Franche-Comté (1993 a 2001), especialista na Agência Nacional Francesa de Segurança Alimentar (1996-2006) e também presidente do comité do Prémio de Logotipo para o Programa Nacional de Nutrição e Saúde (2004- 2011). Como professor honorário da Universidade de Borgonha desde 2013, ele cofundou e agora gere uma instituição de investigação clínica, CREABio Rhône-Alpes®, homologada pelas autoridades de saúde para conduzir estudos em seres humanos. Neste centro, a investigação de base e aplicada é implementada no campo dos processos sensoriais e metabólicos que regulam os comportamentos alimentares e a massa gorda em humanos. Para estes trabalhos, são desenvolvidos diferentes abordagens e modelos comportamentais, neurofisiológicos ou farmacológicos.

Prof.ª Alison Gallagher, Ulster University, Reino Unido
Alison Gallagher é Professora de Nutrição em Saúde Pública na Universidade de Ulster, onde contribui para a investigação realizada no âmbito do Nutrition Innovation Centre for Food and Health (NICHE). Os seus interesses de pesquisa repercutem dentro da área da obesidade e incluem adoçantes de baixas calorias e o seu potencial impacto na saúde, desenvolvimento de fatores de risco para doenças e intervenções de estilo de vida em etapas fundamentais ao longo do ciclo de vida, particularmente para melhorar a atividade física e a saúde. Nutricionista Registada (Saúde Pública), ela foi a primeira Fellow da Association for Nutrition (FAfN) na ilha da Irlanda. Membro ativo da Sociedade de Nutrição, ela atualmente é co-presidente do Comité de Ciências para a próxima FENS Conferência Europeia de Nutrição. Ela é uma defensora fervorosa da Plataforma Europeia de Liderança para a Nutrição (ENLP), tendo participado no seminário da ENLP em 1997 e se envolvido com este programa de liderança internacional desde então, agora como Presidente / Presidente do Conselho de ENLP (www.enlp.eu.com).

Stefan Gates, UK
Stefan Gates é um escritor e apresentador de TV extremamente popular, com amplos conhecimentos e um estilo de apresentação confiante e chamativo. Ele é conhecido pelo seu amor por aventuras culinárias peculiares e aventuras gastronómicas extraordinárias. Stefan Gates escreveu e apresentou 18 séries de TV, incluindo Harvest Science (BBC2), Food Factory (BBC1) e E Numbers: An Edible Adventure (BBC2), e três séries de Cooking in the Danger Zone (BBC2) sobre a fome global e a política da comida. Os seus programas são exibidos em mais de 50 países do mundo. Ele também faz a aclamada série infantil Incredible Edibles and Gastronuts (CBBC). Ele aparece como convidado em dezenas de outros programas como o Newsnight to Blue Peter. Ele terminou recentemente dois documentários da BBC4: Can Eating Insects Save the World? e Calves Heads and Coffee: the Golden Age of English Food. Ele ganhou vários prémios pelos seus programas de TV e livros. Stefan dá numerosas palestras nos Festivais de Ciência e foi diretor convidado do Cheltenham Science Festival. Ele escreveu oito livros, realizou mais de mil programas ao vivo e está em produção para uma nova série do Channel 5. O seu último livro, Insects: An Edible Field Guide, publicado em junho de 2017, explora as origens da alimentação dos insetos, dicas sobre como encontrar insetos comestíveis e fornece algumas ideias sobre como comê-los uma vez encontrados!

Dr.ª Séverine Goscinny, Scientific Institute of Public Health, Bélgica
Será disponibilizado em breve.

Dr.ª Charlotte Hardman, University of Liverpool, Reino Unido
Dr.ª Charlotte Hardman é Professora de Psicologia na Universidade de Liverpool. As suas áreas de interesse são os determinantes psicológicos do apetite e no comportamento alimentar e na aplicação desse conhecimento a intervenções para a mudança de comportamento na saúde. Ela completou o seu curso de graduação em Psicologia na Universidade de Leeds e a sua investigação do Doutoramento na Universidade de Bangor. O seu portfólio de investigação engloba estudos experimentais sobre mecanismos básicos de controlo do apetite até intervenções para aumentar comportamentos alimentares saudáveis em crianças. No trabalho atual, ela examina os efeitos das bebidas com adoçantes de baixas calorias no apetite num grande estudo controlado aleatório para a gestão e manutenção de peso (o estudo SWITCH). Através da bolsa investigação para o projeto SWEET recentemente concedida (Comissão Europeia Horizonte 2020), ela estará a trabalhar com 28 parceiros de toda a Europa para investigar as consequências da substituição do açúcar em alimentos e bebidas. Ela publicou mais de 40 artigos que foram revistos pelos pares e coordena a North West Network para a Associação para o Estudo da Obesidade.

Prof. Carlo La Vecchia, University of Milan, Itália
Dr. La Vecchia recebeu o seu diploma em Medicina pela Universidade de Milão e um mestrado em Medicina (Epidemiologia) pela Universidade de Oxford. Atualmente, é professor de Estatística Médica e Epidemiologia na Faculdade de Medicina da Universidade de Milão. O Dr. La Vecchia é igualmente editor de inúmeras revistas clínicas e epidemiológicas. Ele está entre os mais reconhecidos e produtivos epidemiologistas da área, com mais de 2050 artigos em publicações científicas revistas pelos pares e está entre os investigadores médicos mais citados do mundo, de acordo com o ISI HighlyCited.com, impulsionador e editor da Science Citation. Index (2003, 2017, H index 154, H10 index 1571, e segundo italiano em Medicina Clínica). O Dr. La Vecchia é Professor Adjunto de Medicina no Vanderbilt Medical Center e no Vanderbilt-Ingram Cancer Center (2002-18).

Dr. Hugo Laviada Molina, Marist University of Mérida, México
Dr. Hugo Laviada Molina é um endocrinologista clínico que obteve o seu diploma em Medicina na Universidade de Yucatán, em Mérida, México, e formou-se na unidade de pós-graduação da Faculdade de Medicina da Universidade Nacional Autónoma do México. Ele recebeu o grau de mestrado em Ciências Médicas (em Endocrinologia) da Universidade de Sheffield, no Reino Unido. Ele também é graduado em Nutrição Clínica e Obesidade pelo Instituto de Tecnologia e Ensino Superior de Monterrey (Campus Guadalajara), no México. Atualmente, é professor-investigador em Metabolismo e Nutrição Humana na Universidade Marista de Mérida, no México. Ele pertence ao sistema nacional de investigadores do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia do México (CONACyT). É igualmente membro titular da Sociedade Mexicana de Nutrição e Endocrinologia e da Sociedade Latino Americana de Diabetes sendo coordenador dos seus documentos de posição sobre adoçantes de baixas calorias.

Dr.ª Rebeca López-García, Logre International Food Science Consulting, México
A Dr.ª Rebeca López-García é consultora independente nas áreas de segurança alimentar, toxicologia, regulamentação e gestão de crises há quase 20 anos. Ela já trabalhou com organizações como a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO); Universidades como a Universidade do Arizona, a Universidade Estadual de Michigan, a Universidade Estadual do Novo México e a Universidade La Salle; e empresas a nível mundial. Rebeca é professora convidada do Latin American Food Regulations na Universidade Estadual de Michigan desde 2002. A Dr.ª López García pertence ao conselho consultivo científico de empresas de alimentos e bebidas. Ela tem sido fundamental na aprovação regulamentar de vários aditivos alimentares e ingredientes inovadores em países da América Latina. Em 1998, ela recebeu o Ph.D. em Ciência de Alimentos e Toxicologia da Universidade Estadual do Louisiana.

Dr.ª Berna Magnuson, Health Science Consultants Inc., Mississauga, Canadá
Berna Magnuson é vice-presidente da Health Science Consultants, Inc. em Mississauga, Canadá. A Dr.ª Magnuson obteve a licenciatura em Alimentos e Nutrição e trabalhou na indústria alimentar na área de avaliação e garantia de qualidade e desenvolvimento de produtos. Posteriormente completou um Mestrado em Toxicologia, um PhD em Ciências da Nutrição e uma investigação de pós-doutoramento em patologia e bioquímica do cancro de cólon no Canadá. A Dr.ª Magnuson foi professora universitária por mais de 15 anos nos Estados Unidos, conduzindo investigações na área da alimentação e cancro do cólon, e lecionando cursos sobre alimentação, nutrição e toxicologia. Atualmente a Dr.ª Magnuson trabalha como consultora, oferecendo especialização em regulamentação de alimentos, nutrição e toxicologia para os fabricantes de alimentos, bebidas e suplementos dietéticos e indústrias de ingredientes, bem como profissionais de saúde e associações de consumidores. A Dr.ª Magnuson tem extensa experiência em segurança de ingredientes, incluindo adoçantes de baixas calorias, e atua como consultora especialista e oradora a nível internacional. Além de relatórios confidenciais de clientes e submissões regulatórias, ela publicou mais de 70 artigos revistos por especialistas, capítulos de livros e artigos profissionais. A Dr.ª Magnuson também é membro da Academia de Ciências Toxicológicas (ATS).

Prof. Peter Rogers, University of Bristol, Reino Unido
Peter Rogers é professor de Psicologia Biológica na Universidade de Bristol, no Reino Unido. Ele formou-se em Ciências Biológicas e Psicologia Experimental na Universidade de Sussex, no Reino Unido. Completou o seu doutoramento e pós-doutoramento na Universidade de Leeds, Reino Unido, mudando-se para o Institute of Food Research, Reading em 1990. Mudou-se para a Universidade de Bristol, Reino Unido, em 1999, onde leciona psicologia biológica e faz pesquisa em nutrição e comportamento: que inclui o trabalho sobre o apetite humano e controlo de peso, adoçantes de baixas calorias, escolha de alimentos, efeitos dietéticos sobre o humor e função cognitiva, e a psicofarmacologia da cafeína. Ele é um psicólogo especialista, membro da Sociedade Britânica de Psicologia e um nutricionista registado. As suas publicações incluem mais de 200 artigos científicos revistos por pares.

Prof. Ian Rowland, University of Reading, Reino Unido
Ian formou-se com um Bacharelado e um Doutoramento em Microbiologia pela University College London. Antes de entrar na Universidade de Reading em 2007 como professor do Hugh Sinclair Human Nutrition Group, ele foi chefe de nutrição da Universidade de Ulster e diretor do Centro de Alimentos e Saúde da Irlanda do Norte. Atualmente é editor chefe do European Journal of Nutrition. A sua principal área de investigação é a interação da alimentação, microbiota intestinal e saúde com um foco particular no metabolismo dos fitoquímicos e impacto na saúde. Em 2005, ele recebeu um doutoramento honorário da Universidade de Gent, na Bélgica, pelo seu trabalho em nutrição e cancro. Ele publicou mais de 400 artigos e está na lista de investigadores mais citados da Thompson Reuters 2016.

Dr.ª Wendy Russell, University of Aberdeen Rowett Institute, Escócia, Reino Unido
Wendy é uma química especializada em nutrição molecular que investiga a complexa interação entre a alimentação e saúde. A sua investigação visa estabelecer o efeito da nossa alimentação em vários grupos populacionais e através de intervenções dietéticas, para entender o papel dos alimentos na prevenção de doenças como doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e cancro. Wendy tem um financiamento do governo escocês para investigar o potencial das novas culturas, particularmente no fornecimento de proteína para o futuro e a exploração de espécies de plantas subutilizadas para melhorar a nutrição e a agro biodiversidade. Além de investigar novas oportunidades para a indústria de alimentos e bebidas do Reino Unido, o financiamento da Global Challenges permite que a translação deste trabalho beneficie pequenos agricultores e cooperativas rurais na África Subsariana. Wendy é editora associada da Microbiome e preside a grupos de especialistas do International Life Science Institute sobre “gestão nutricional da glicemia pós-prandial” e “eficácia da intervenção naqueles com síndrome metabólica”.

Dr. John Sievenpiper, University of Toronto, Canadá
Dr. Sievenpiper é um cientista clínico, que ocupa o cargo de professor associado no Departamento de Ciências Nutricionais e Orientador em Medicina do estilo de vida no programa de MD da Universidade de Toronto. Ele também detém nomeações como médico-chefe da Divisão de Endocrinologia e Metabolismo e Cientista no Instituto de Conhecimento La Ka Shing do Hospital St. Michael. O Dr. Sievenpiper concluiu a sua formação de licenciatura, doutoramento e pós-doutoramento no Departamento de Ciências Nutricionais da Universidade de Toronto. Completou o seu mestrado na St. Matthew’s University, seguido de uma formação em residência médica em Bioquímica Médica na McMaster University, levando ao seu reconhecimento como membro do Royal College of Physicians of Canada (FRCPC). A sua pesquisa é focada na utilização de ensaios clínicos aleatórios e revisões sistemáticas e meta-análises para abordar questões de importância clínica e de saúde pública em relação à alimentação e prevenção de doenças crónicas. Atualmente, ele é o detentor do prémio Diabetes Canada Clinician Scientist e do Melhor Prémio de Novo Investigador Financeiro da Sun Life do Diabetes Center. Ele é autor de mais de 150 artigos científicos e 13 capítulos de livros. O Dr. Sievenpiper está diretamente envolvido na tradução do conhecimento com consultas aos comités de recomendações nutricionais do Diabetes Canada, European Association for the study of Diabetes (EASD), Canadian Cardiovascular Society (CCS) e Canadian Obesity Network.

Local da conferência

A Conferência irá decorrer no edifício da Academia Real de Medicina (1 Wimpole street, W1G 0AE, Londres, Reino Unido), que é a sua sede desde 1912 e um dos principais locais onde se realizam conferências e eventos científicos, que se situa no centro da cidade de Londres.

Para mais informação sobre o local e de como chegar, por favor visite o site: http://www.1wimpolestreet.co.uk/about/royal-society-of-medicine/

Alojamento

O local da conferência, o Royal Society of Medicine, localiza-se perto de vários hotéis e é convenientemente localizado entre as linhas de metros de Bond Street e Oxford Circus. Para uma perspetiva geral dos hotéis disponíveis nesta área, por favor visite o website da HotelMap clicando aqui.

Sobre as Conferências da ISA anteriores

A Associação Internacional de Adoçantes (ISA) organizou a sua primeira conferência científica em Bruxelas, em 2011, sobre “Alimentos e bebidas de baixo teor calórico e adoçantes: Será que podem contribuir para um futuro mais saudável?”. Para mais informação clique aqui. Este foi o ponto de partida da organização de um evento científico bem sucedido que abordou a ciência dos adoçantes de baixas calorias, o que conduziu a outra conferência da ISA em 2014 em Bruxelas, sobre “Fazer com que as baixas calorias contem: a utilização efetiva dos adoçantes de baixas calorias na alimentação”. Para mais Informação sobre a Conferência da ISA que se realizou em 2014 por favor clique aqui.

Sobre a ISA

A Associação Internacional de Adoçantes (ISA) é uma organização sem fins lucrativos com objetivos científicos, que representa fabricantes e utilizadores de adoçantes de baixas calorias. A ISA fornece a mais recente e atualizada informação nutricional e científica sobre o papel e benefícios dos adoçantes de baixas calorias e os alimentos e bebidas que os contêm. A ISA é reconhecida pela Comissão Europeia, pelas autoridades reguladoras nacionais e internacionais e pela Organização Mundial da Saúde, e tem estatuto de observador não-governamental na Comissão do Codex Alimentarius, que estabelece normas internacionais para alimentos.